Eis o comentário (a poesia) da notícia.

terça-feira, 15 de janeiro de 2008

Cortina de fumaça




Inspirado na reportagem Cortina de Fumaça, da revista Globo Rural, edição 267, de janeiro de 2008, retratada pelo fotógrafo Manoel Marques.






Tantos são os brasileiros,
na discórdia da vida.
Escondidos na fumaça,
negra cancerígena.
Carvoarias ilegais.
Vida miserável.
Pessoas desleais,
no fog da desesperança.
Verdes pastagens,
negras vistas.
Ganância na destruição
das matas nativas,
em almas desiludidas.
Olhares ao vento,
visões nubladas.
Perspectiva iletrada,
corrente perversa.
Árduo trabalho,
vida amargurada.
Solitários da fuligem.
Invisível madrugada.


Murilo Conti Vieira
15/01/08

Nenhum comentário: