Eis o comentário (a poesia) da notícia.

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Brasil corre risco de ficar fora da Copa da Rússia



O Brasil deu vexame na Copa América e pode acumular um revés ainda mais dolorido para o povo brasileiro: ficar de fora da Copa do Mundo de 2018. O país que esteve em todos os Mundiais, corre o risco real de não estar na próxima Copa. Afirmar isso não se trata de implantar o terror ao torcedor brasileiro, mas ser realista com a atual geração do futebol pentacampeão do mundo. A seleção brasileira, além de frágil em relação à qualidade dos jogadores, sofre com um comando sem ascendência perante os jogadores e sem tempo para obter resultados expressivos. Diante da fragilidade técnica atual, o Brasil precisaria montar um time competitivo e de grande obediência tática.
...
As Eliminatórias preocupam. A seleção precisa de um planejamento correto para conseguir passar sem sustos pela competição, de olho na Copa do Mundo da Rússia 2018. Hoje vejo o Brasil mais fora do que dentro do próximo Mundial. Que os “Deuses da bola” tenham piedade de nós, brasileiros...

terceirotempo.bol.uol.com.br de 06/07/2015


As folhas começam a cair,
o vento a soprar.
Eu arrepiando,
pelo frio que começa a chegar.

Triste estação,
gélidas noites,
estas a dormir sozinho,
numa cama fria.

Estou só em casa,
apenas com a companhia de Deus,
que me dá forças
para poder dormir.

Triste estação,
gélidas noites.
Sem a tua companhia
a me esquentar.

Murilo Conti Vieira

Nenhum comentário: