Eis o comentário (a poesia) da notícia.

sábado, 11 de julho de 2015

Greve prejudica mais do que defende universidade



...
A greve é uma forma de luta que se notabilizou no movimento operário dos assalariados de empresas privadas. Aí tem lógica de afetar os lucros dos patrões.
Quando explode uma greve, a universidade deixa de existir como corpo vivo de debates e discussão. Vira um deserto e perde condição de pressionar o governo.
...
Nossas greves são, em geral, precedidas por assembleias sem legitimidade.
...
Folha de S. Paulo de 11/07/2015


Paralização injusta.
Disseram que
greve é constitucional.
Mas machuca, e muitos.
Não os do governo,
as pessoas que
não tem nada a ver.
Vi a morte surgindo,
vi a desgraça acontecendo.

Murilo Conti Vieira

Nenhum comentário: