Eis o comentário (a poesia) da notícia.

sexta-feira, 9 de março de 2018

Mãos decepadas e achadas no gelo da Sibéria são parte de 'arquivo de digitais'



Jornal Extra - 09/03/2018

As digitais dos ladrões
preservadas pelos soviéticos.
Longe de tudo
e de todos.

Imaginem isso aqui,
a Antártida
seria pequena.

                               Murilo Conti Vieira

Nenhum comentário: